Gravidez na adolescência: O que fazer?

Apesar de, atualmente, já existirem muitos canais de informação, como televisão, rádio e internet – essa última que tem sido a preferida por muitos jovens e adultos – é muito comum vermos jovens e adolescentes se queixando da falta de informação, essa, inclusive, é a justificativa para muitos adolescentes que passam pela experiência da gravidez precoce. Nesse processo, não só a menina vive uma nova fase, mas o garoto também, a mudança vem para os dois.

Gravidez A 1

A adolescência é considerada uma das fases com mais descobertas do desenvolvimento humano, quando a menina ou o menino deixam de ser crianças e entram na adolescência significa que, a partir desse momento, viverão novas experiências com a chegada da puberdade, tanto físicas, quanto psicológicas. Quando acontece a gravidez precoce, não só a importância dessa fase é interrompida, como outra fase, tão importante quanto, passa a ser vivida.

 A gestação é uma fase muito importante para as mulheres e acontece quando a mulher se sente pronta para ser mãe e deseja realizar esse sonho, porém, quando ocorre antes do esperado pode causar instabilidade emocional, principalmente em adolescentes. No Brasil, em 2010, 19,3% dos recém-nascidos eram filhos de adolescentes, uma estimativa alarmante para a atual situação do país.

Além das alterações físicas que surgem com a gravidez, como adaptação do útero e aumento dos seios, o organismo passa por alterações hormonais e psicológicas, por isso quando essas fases acontecem juntas, os riscos para a gestante é ainda maior. A gestante adolescente tem maior propensão à depressão pós-parto e até mesmo durante a gravidez e maior risco de abortos espontâneos, o índice de hipertensão durante a gestação é 5 vezes maior em adolescentes, aumenta também o risco de anemia durante a gestação, que pode resultar em baixo peso do bebê e dificuldades durante o parto.

Gravidez A 2

Geralmente, todos os riscos e dificuldades aumentam devido à ausência do pré-natal, que acontece tardiamente em decorrência do receio que as adolescentes sentem de contar para os pais, porém é nesse momento em que devem contar com eles, pois os pais são as pessoas mais indicadas para compreender esse momento e também para orientar a adolescente corretamente. O universo da gestação pode parecer confuso para as adolescentes, porém aceitar orientação médica desde o início é o primeiro passo para garantir que tudo ocorrerá bem. Atentar-se à dieta é uma forma de garantir que o bebê estará bem dentro do útero e a mãe terá uma gestação tranquila.

Para quem quer dar um passo de cada vez.

be Onofre, be Complete.

Tags:, ,

Categorias: Adolescência, Gestação

Autor:Drogaria Onofre

A Drogaria Onofre é uma rede de drogarias que possui 40 lojas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo e Rio Grande do Sul, além de comercializar medicamentos e produtos de perfumaria pela internet com uma loja online e por call center, por meio do serviço de delivery Onofre em Casa. Agora temos mais um canal de contato direto com você o "be Onofre". Vamos dividir experiências e descobertas. be Onofre, be complete.

Conecte-se com a Onofre!

Assine nosso feed RSS e nossos perfis sociais para receber atualizações.

um comentário em “Gravidez na adolescência: O que fazer?”

  1. Bruna Santos
    27 agosto 2014 às 18:57 #

    oi eu me chamo Bruna tenho 17 anos eu a 4 semanas eu transei sem camisinha e no dia seguinte eu tomei o anticoncepcional e depois de 3 dias eu menstruei a algum risco de eu estar gravida ?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: